Homenagem

Lágrimas dos netos na despedida ao avô

Lágrimas dos netos na despedida ao avô

É difícil ficar imune à emoção com que os netos mais novos de Mário Soares se despedem do avô.

Apesar da longa estada no Hospital da Cruz Vermelha, esta segunda-feira, Jonas e Lilah não esconderam as lágrimas ao entregarem as insígnias a duas militares da GNR e assistirem à saída da urna do avô, da Câmara de Lisboa para o Mosteiro dos Jerónimos, onde fica até hoje de manhã em câmara-ardente. Nascidos anos depois de Mário Soares ter deixado a vida política ativa, terão tido um convívio com o avô que nem os três netos mais velhos nem os dois filhos puderam ter. A mais nova é Lilah, com nove anos, cuja mão Soares agarrava no funeral de Maria Barroso. Lilah é filha mais nova do segundo casamento de João Soares, com Annick Burhenne. O mais velho é Jonas, de 13 anos, a quem o avô levou a cerimónias públicas como a celebração do primeiro Governo Constitucional, que liderou.

A presença dos netos era frequente nas aparições públicas de Soares, nos últimos anos. Ambos estiveram presentes no lançamento das suas memórias políticas, no livro "Um político assume-se", por exemplo. E as fotografias da festa do 90.º aniversário de Soares denunciam a cumplicidade entre os três.

Mário Soares tem ainda três netos, mais velhos, do primeiro casamento de João Soares, com Maria Olímpia Soares: Inês, Mafalda e Mário Alberto, o primeiro varão, que recebeu o nome do avô.

A família é ainda composta pela filha, Isabel Soares, a que quem coube gerir o Colégio Moderno, e Alfredo Soares, sobrinho criado por Mário e Maria.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado