Nacional

Portas acusa Costa de desrespeitar votação

Portas acusa Costa de desrespeitar votação

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, considerou que o anúncio feito por António Costa, sobre um Governo de Esquerda, mais não é que um desrespeito pelos votos dos portugueses. "O povo disse com clareza que a coligação devia governar", disse, à saída da audiência com Cavaco Silva, num tom grave e de ar abatido.

Numa declaração que não ultrapassou os quatro minutos e ao longo das quais se apresentou muito circunspecto, Portas sublinhou que a coligação Portugal à Frente fez os "mínimos, médios e máximos" para conseguir um acordo com o PS, partido com que - referiu - o PSD e o CDS-PP "partilha a visão" europeista.

Quanto confrontando com as declarações de Costa, secundarizadas pela bloquista Catarina Martins, Portas foi muito lapidar: "É absolutamente extraordinário ver um líder politico à procura da sua sobrevivência, considerar o voto do povo um detalhe e considerar o Parlamento de Portugal uma formalidade". Mais não disse.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado