Nacional

PS diz que acusação de Passos Coelho a Sócrates é "profundamente injusta e ridícula"

PS diz que acusação de Passos Coelho a Sócrates é "profundamente injusta e ridícula"

O socialista João Tiago Silveira considerou, esta segunda-feira, "profundamente injusta e ridícula" a acusação de Passos Coelho de que o primeiro-ministro apresentou a sua demissão "quando sabia que não tinha dinheiro" para pagar os compromissos do Estado português.

Em declarações aos jornalistas na sede do PS, em Lisboa, João Tiago Silveira disse ainda que a entrevista de Pedro Passos Coelho à TVI foi "mais uma oportunidade falhada", acusando o líder do PSD de não apresentar propostas.

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou hoje o primeiro-ministro, José Sócrates, de ter apresentado a sua demissão ao Presidente da República "quando sabia que não tinha dinheiro" para pagar os compromissos do Estado português.

"Eu estou convencido hoje, com aquilo que sei e com aquilo que vi, que o primeiro-ministro apresentou a demissão ao Presidente da República quando sabia que não tinha dinheiro, que tinha deixado o Estado sem dinheiro para pagar os seus compromissos internacionais e preferiu que viessem outros resolver esse problema", declarou o presidente do PSD.

Relacionadas

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado