JN

Há solução: redistribuir a riqueza

Publicado

 

O BES viveu no centro de um vulcão bolsista que a dimensão de Portugal e do seu mercado bancário não justificariam em tempos de normalidade. Mas é de dias incertos que vivemos, nós, a Europa e, feitas as contas, todo o mundo capitalista. Eis o que, em boa medida, explica que um problema com um banco português fosse suscetível de ser considerado tão contagioso e logo para tantos mercados bolsistas. Outra parte da explicação residirá na ainda fresca libertação do jugo da troika, conseguida há apenas cerca de um mês.

Como parece ter ficado claro na garantia dada pelo governador do Banco de Portugal, podem os depositantes do BES dormir descansados. E isso bastou para que o banco, os outros bancos e a Bolsa reagissem positivamente e a exagerada sensação de contágio deixasse de vaguear pelas praças europeias.

Mas não há que iludir: o vulcão existiu mesmo.

Em primeiro lugar, existiu porque para os mercados tardou o aclaramento de que o problema do Grupo Espírito Santo não era de molde a afetar a solvabilidade do banco, incluindo o detalhe não despiciendo de uma almofada de dois mil milhões de euros constituída como garantia.

Em segundo lugar, existiu porque para os mercados ainda não estava claro que o setor bancário português tivesse feito (e bem) todo o trabalho de casa na conclusão do programa de assistência financeira patrocinado pela troika.

Aclaradas ambas as questões e encontradas as razões da erupção vulcânica, podem, pois, os aforradores com depósitos no BES ter um fim de semana mais descansado. Exceto os crentes na prevalência da justiça social e da igualdade de oportunidades como modo de vida a atingir.

Em boa verdade, os últimos números conhecidos sobre a repartição da riqueza renegam essas duas ideias básicas do mundo civilizado e, mais ainda, dos regimes democráticos de que a Europa foi pioneira e vanguarda.

Desses grandes números, devemos reter, desde logo, o que mais dará que pensar e... trabalhar: metade da riqueza produzida está nas mãos de apenas um por cento da população mundial!

Mas há mais, muito mais: metade da população considerada em estado de pobreza, cerca de quatro mil milhões de almas, detém a mesma riqueza que as 85 pessoas mais ricas. E só na Europa, os 10 mais ricos somam 217 mil milhões, ou seja, 1,3 por cento da riqueza mundial.

Por fim, comparando o incomparável: a população que sobrevive com menos de 10 dólares representa 69 por cento da população mundial e três por cento da riqueza total produzida, enquanto 0,7 por cento da população vive com mais de um milhão de dólares e detém 41 por cento da riqueza produzida no Mundo.

ImprimirImprimirEnviarEnviarEstatísticas
Partilhar
 [?]
 
 
 

Motos antigas foram as rainhas nos Aliados

VER VÍDEO




Cadela desmaia de felicidade ao reencontrar a dona
Um cadela desmaiou de felicidade ao reencontrar a dona, após dois anos de ausência. Afinal, em anos de cão, há 14 anos...

Quem vence as primárias no PS?

António Costa
António José Seguro
 

 

Site promove ruas e lojas com produtos típicos da Invicta

SANDRA NUNES
"Ruas do Porto! é um novo site que disponibiliza aos cibernautas sugestões e localização de lojas do Porto especializadas em produtos típicos.

   
 
Mais Notícias

Livros escolares vão sofrer o mesmo aumento do ano passado (2,6%)

ALEXANDRA INÁCIO
As confederações de pais e de diretores escolares defendem que as editoras devem criar manuais reutilizáveis (mais focados nos conteúdos e sem exercícios) e que o Governo deve regular margens de lucro.

Carlos Sá feliz com pódio na Badwater

O corredor Carlos Sá chegou, esta segunda-feira, a Portugal, visivelmente satisfeito com o terceiro lugar conquistado na ultramaratona Badwater 2014, que decorreu no passado dia 21 no Vale da Morte, Califórnia, Estados Unidos.

Milhões de Festa assegurado até 2017

Daniela Espírito Santo
O festival Milhões de Festa tem edições garantidas até 2017. O protocolo já foi assinado entre a entidade organizadora e a Câmara Municipal de Barcelos.

Netanyahu prepara Israel para uma "longa campanha" militar

Israel deve estar preparado para uma "longa campanha" militar em Gaza, advertiu, esta segunda-feira, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, num discurso transmitido pela televisão, após mais um dia sangrento no território palestiniano e no sul de Israel.

Funcionária de hipermercado ficou sem 77 mil euros após assalto violento

Um assalto por esticão a uma funcionária de um hipermercado de Melgaço, levado a cabo, esta segunda-feira, por dois indivíduos num veículo com matrícula falsa rendeu mais de 77 mil euros.

CIP propõe quociente familiar "mais generoso"

O presidente da Confederação Empresarial Portuguesa, António Saraiva, propôs, esta terça-feira, que o quociente familiar, que serve para calcular o rendimento coletável das famílias em sede de IRS, seja "mais generoso" do que o proposto pela Comissão de Reforma.


Dossiês

Viseu a património da humanidade
Viseu a património da humanidade

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Viseu a património da humanidade

Português atual
Português atual

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Português atual



Cartoon Elias o sem abrigo, de R. Reimão e Aníbal F

Especiais


Multimédia
Blogues
Inquérito



Continente Uva d'Ouro - JN 300x100

Cofidis 300x100 27-31 julho
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 28ºC
  • 21ºC
  • HOJE
  • 28ºC
  • 18ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled