Justiça: DIAP/Porto envia para Lisboa participação crime sobre "Traição à Pátria"

25/09/2012
 
TAGS

    Porto, 25 set (Lusa) - O DIAP/Porto remeteu ao seu congénere de Lisboa uma participação que imputa o crime de "traição à Pátria" a titulares de cargos políticos, por considerar que não lhe compete investigar factos ocorridos na capital, disse hoje fonte do Ministério Público.

    A queixa, formalizada no Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto pelo movimento cívico Revolução Branca, visa "incertos" que titularam cargos públicos entre o ano de 1998 e o dia 17 de maio de 2011.

    O processo foi distribuído a uma magistrada da 5.ª secção que "excecionou a incompetência territorial do DIAP do Porto e ordenou transmissão dos autos à comarca de Lisboa", disse a fonte.

    Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

     
     
    Comentar
    Caracteres Disponíveis: 750
    Enviar Comentário
    Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
    Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

    Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
    Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
    Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.











    Emirates Microsite 15destinos destaque JN
    Praia a Praia TSF - Destaque JN
    PEPE Fazemos Bem - JN Destaque300x100 (Bial)
     

    Serviços


    22º 13º
    HOJE, 04 de Agosto

    Amanhã23º |15º
    Quinta22º |14º
    Sexta22º |14º
    Sábado27º |18º

     




    Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
    Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled