Caçada ao veado ficou-se por um animal abatido

 | 07/01/2007
 

Um veado abatido foi o resultado de uma caçada que, ontem, decorreu em plena serra da Lousã, mas no concelho de Miranda do Corvo. Pouco antes do meio dia, um total de 60 caçadores, acompanhados por cerca de 250 cães, subiram a serra, na zona da freguesia de Vila Nova, e regressaram já depois das 16.30 horas. Mas foi mesmo nos últimos minutos da prova que o único animal foi caçado.

Arménio Simões, caçador de Tomar, foi o autor da proeza. "Eram cerca das 16 horas quando abati o veado. Estava atento e ouvi os cães, mas temos que ver o bicho. Ele apareceu, deu um salto e eu disparei. Foi um tiro certeiro na traseira do animal", contou ao JN.

O único veado abatido tinha uma idade entre os três e os quatro anos e pesava cerca de 100 quilogramas. Arménio Simões, que ficou com a cabeça do animal como troféu, disse ter visto "um outro bicho, de porte maior, além de quase uma dezena de veados fêmeas, mas estas não se podem caçar".

Contando já no seu currículo com várias participações em caçadas, nomeadamente na zona do Alentejo, Arménio Simões adiantou que este foi o segundo veado que abateu.

O presidente da Federação Portuguesa de Caçadores (FPC) esteve presente na iniciativa. Hélder Ramos fez um balanço "positivo", apesar de o saldo ficar por um animal. Mas explicou que, numa área aberta, como é o caso da serra da Lousã, "o sucesso nunca é igual ao de uma caçada numa cerca".

Além disso, "numa mancha com cerca de 400 hectares, como esta, é limitado o número de veados machos", constatou o dirigente da FPC, ao considerar que também "faltou um pouco de organização das matilhas dentro da mancha".

Ler Artigo Completo
 
 
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.











Emirates Microsite 15destinos destaque JN
 

Serviços


23º 16º
HOJE, 28 de Julho

Amanhã23º |16º
Quinta23º |16º
Sexta23º |16º
Sábado25º |16º

 




Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled