Português morre em acidente de viação

21/10/2009
O coordenador-delegado português e dois colaboradores angolanos da organização não-governamental para o desenvolvimento CIC (Cooperação, Intercâmbio e Cultura) morreram na sequência de um acidente de viação registado no domingo, na região de Huambo, Angola.
 

A informação foi dada à agência Lusa pelo vice-presidente da organização não-governamental para o desenvolvimento portuguesa, Pedro Rangel, que referiu que dois dos colaboradores, angolanos, morreram de imediato, tendo o terceiro, o coordenador-delegado, Francisco Raposo, falecido ontem, em Luanda, para onde tinha sido transportado em estado crítico.

Desconhece-se ainda a causa exacta do acidente, mas pensa-se que a carrinha onde seguiam terá embatido num camião, disse Pedro Rangel.

A CIC opera em Angola há mais de 15 anos, onde tem dezenas de projectos de ajuda humanitária de emergência e de cooperação para o desenvolvimento e, actualmente em execução, projectos na área da reabilitação de infra-estruturas, de educação e formação profissional, no planalto central de Angola.

 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
 



Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled