Lacuna na lei permite a políticos "abusar" da velocidade na estrada

 | 05/04/2012
A infração por excesso de velocidade de Mário Soares - apanhado anteontem a cerca de 200km/h na A8, em Leiria - volta a levantar o problema do regime de exceção aplicado a viaturas oficiais. A lei não especifica o que considera ser "marcha urgente de interesse público e os políticos abusam", acusa o porta-voz da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados.
 
Leonardo Negrao/Arquivo
Mário Soares foi apanhado a quase 200 Km/h na autoestrada

A ACA-M prepara, neste momento, um ação contra o Estado por omissão na legislação, na sequência de um acidente que vitimou, em Fevereiro, um jovem de 23 anos na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, revela o advogado da associação. O autocarro com adeptos polacos do Legia, escoltado pela PSP, não terá respeitado o sinal vermelho.

Para o presidente da Automóvel Club de Portugal, Carlos Barbosa, o comportamento do ex-presidente da República foi "inaceitável" a vários níveis. "Não deu o exemplo e disse que seria o Estado a pagar, pelos vistos, em tom mal educado".

Manuel João Ramos, da ACA-M, condena de forma veemente a conduta "anti-social de Mário Soares" e explica que é preciso legislar no sentido de tornar cúmplice o político, para que não recaia a culpa no motorista, como sucedeu no caso Mário Mendes. Soares também era conduzido por motorista. "Afinal, quando se pode considerar marcha urgente e colocar em risco a vida dos outros?".

Utilizam o regime de exceção viaturas oficiais, ambulâncias, equipas de futebol, concretiza a ACAM. O princípio que o justifica - a segurança - baseia-se na ideia de que a alta velocidade pode evitar atentados. Não foi possível obter reação, em tempo útil, de Mário Soares e um esclarecimento da parte da Autoridade Nacional Segurança Rodoviária.

 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Nacional
02.09.15
Metade de um grupo de mil portugueses tem excesso de peso ou obesidade, mas somente um em cada 10 tem consciência de ser obeso, salienta Ana Macedo...
02.09.15
O jornalista Pedro Camacho foi o escolhido pelo Conselho de Administração da Lusa para diretor de informação da agência de notícias, devendo assumir...
 



Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled