Sucessor pode vir de África ou América latina

17/02/2013
O cardeal Kurt Koch, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, afirmou este domingo que não há qualquer razão para que o sucessor de BentoXVI não venha de África ou da América Latina.
 

O suíço que chefia o departamento do Vaticano que trata da unidade dos cristãos e das relações com os judeus, disse também não ter dúvidas sobre a renúncia do Papa Bento e da liberdade dos futuros Papas fazerem o mesmo.

"Os desafios da Igreja no mundo são muito diferentes em diferentes continentes: na África, na Ásia, na América Latina. A pergunta é 'onde é que os desafios vão ser maiores, em que continente, deveria ser um Papa para, acima de tudo, a América Latina, África ... ", disse em entrevista à agência Reuters.

"Eu posso imaginar darmos um passo para um Papa negro, um Papa africano ou um Papa latino-americano. Posso imaginar isso", acrescentou.

O suiço Kurt Koch, de 62 anos, é um dos 117 cardeais com menos de 80 anos elegíveis para participar de um conclave secreto para eleger o próximo Papa agendado para meados de março.

 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Nacional
02.06.15
A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai "rever, no imediato, o contacto das crianças com os equipamentos policiais", em iniciativas como as que decorreram...
02.06.15
O concurso do Euromilhões de sexta-feira vai ter um Jackpot extraordinário de 100 milhões de euros, para o qual não contribui o facto de o escrutínio...
02.06.15
O primeiro-ministro afirmou, esta terça-feira, que, independentemente do que aconteça com a Grécia no curto ou médio prazo, Portugal está "devidamente...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

 


Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled