Revelação

Kim Kardashian temeu ser violada por assaltantes de Paris

Kim Kardashian temeu ser violada por assaltantes de Paris

A mulher de Kanye West relatou este domingo em "Keeping Up With The Kardashians" o assalto à mão armada de que foi alvo em Paris, em outubro.

O episódio do "reality show" "Keeping Up With The Kardashians" no qual Kim Kardashian relata o que viveu durante o assalto à mão armada de que foi alvo num apartamento de luxo em Paris, em outubro, foi exibido na noite deste domingo no canal E!, nos EUA.

A empresária de 36 anos, que foi amarrada na banheira por um grupo de cinco assaltantes, e roubada em 10 milhões de euros em joias, revela que temeu ser violada pelos indivíduos e levar um tiro na cabeça. "Um deles colocou fita adesiva no meu rosto, acho que na minha boca, para que eu não gritasse. Depois pegou-me pelas pernas e eu não tinha roupa por baixo do meu roupão. Pensei: 'Ok, este é o momento em que eles me vão violar'. Preparei-me mentalmente para isso. Mas ele não o fez", recorda Kim Kardashian. "Depois apontaram-me a arma e eu tive a certeza que ia levar um tiro na cabeça", acrescenta.

A mulher de Kanye West, que estava sozinha no apartamento de luxo que alugou na capital francesa, uma vez que as irmãs Khloé e Kourtney estavam na Semana de Moda de Paris, conta que estava deitada na cama quando ouviu barulhos no apartamento e soube, imediatamente, "que algo de errado se estava a passar". A mesma adiantou no "reality show" que não sabia como fazer uma chamada para um número de emergência no estrangeiro.

A polícia francesa já identificou e deteve 17 suspeitos de estarem ligados a este caso, mas a investigação ainda continua.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado