O Jogo ao Vivo

Série

Luciana Abreu recorda esgotamento e insultos

Luciana Abreu recorda esgotamento e insultos

Luciana Abreu conta que sofreu um esgotamento e teve anemia na fase em que gravou "Floribella". A atriz recordou insultos por parte dos colegas desta série da SIC e fala até numa tentativa de agressão no "plateau".

Luciana Abreu revelou que sofreu um esgotamento e esteve anémica durante a segunda temporada de "Floribella", a série que a catapultou para o mundo mediático, exibida na SIC entre 2006 e 2008, e que mostrou ser um êxito de audiências. "Eu era uma criança que foi engolida pelo fenómeno "Floribella". Tenho 10% de memória desses dois anos intensos. [...] Gravava mais de 19 horas por dia, com um esgotamento e uma anemia", contou a atriz de 31 anos no mais recente episódio do "podcast" Maluco Beleza, de Rui Unas. "Foi muito violento", recorda.

A cantora frisou ainda que a sua chegada repentina ao mundo mediático, num papel principal, despertou a inveja de alguns dos seus colegas na série e denunciou insultos no local de trabalho. "Ninguém percebia aquilo que eu ouvia, que era: 'Parola do Norte, veio para aí ficar com o papel de protagonista. Eu como atriz ou como ator, já cá ando há anos, e nunca me deram um papel de protagonista. E ela vem sem curso nenhum, vem a falar à Norte, e, de repente, é a superstar de Portugal e ganha rios de dinheiro'. É inveja. Na maioria das vezes, fui explorada", começa por recordar Luciana Abreu.

"E depois vejo os meus colegas de trabalho, que hoje em dia me respeitam e alguns até me admiram, porque fui ganhando esse respeito e admiração, a confrontarem-me no "plateau", a insultarem-me, a tratarem-me mal e até a quererem agredir-me. Já aconteceu com uma atriz. Não vale a pena falar quem. Hoje em dia dou-me bem com ela, já trabalhei com ela noutros projetos. E não é fácil para uma menina de 19 anos, que estava a estudar à noite e era manicure de dia, ser engolida, de repente, por toda esta fama", adiantou a atriz, que participou recentemente na novela "Coração D'Ouro".

Luciana, que se prepara para entrar em breve na faculdade, para estudar Artes, rematou: "Também fui desagradável às vezes. Eu vivia com uma revolta constante, porque as pessoas julgavam-me sem me conhecer".

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado