Gente

Mulher casa com o seu dador de esperma anónimo

Mulher casa com o seu dador de esperma anónimo

Aminah Hart conheceu e apaixonou-se por Scott Andersen, o seu dador de esperma anónimo, um ano depois de a sua filha ter nascido. Subiram ao altar há poucos meses, revelou agora a própria.

Aminah Hart e Scott Andersen conheceram-se em 2013, um ano depois da filha de ambos, Leila, ter nascido. A australiana, nascida em Londres, recorreu à fertilização in vitro para voltar a ser mãe, depois de ter perdido dois filhos para uma doença rara. Ele, como dador de esperma anónimo, tornou isso possível.

Leila nasceu a 14 de agosto de 2013, "grande e saudável", com três quilos e 900 gramas. Nesse mesmo ano, a mãe de Aminah lançou-se numa investigação por conta própria e descobriu uma fotografia de Scott online. Depois, encorajou a sua filha a entrar em contacto com a clínica de fertilidade, para oferecer os seus contactos e mostrar-se disponível, no caso de o dador querer conhecer a menina. Ele manifestou essa vontade.

Conheceram-se, apaixonaram-se e fizeram manchetes de jornais em todo o mundo quando tornaram pública a sua relação. Agora, a mulher de 46 anos revelou à imprensa britânica que em dezembro último trocaram alianças, à beira-mar, perante 130 amigos e familiares próximos. A pequena Leila ficou responsável por transportar as flores da cerimónia.

"O que aconteceu comigo e com o Scott foi algo tão aleatório e bizarro", admitiu Hart, numa entrevista ao Channel Nine. A antiga publicitária escolheu o Andersen como dador entre cinco possíveis candidatos, sabendo apenas, à partida, que ele era saudável, que tinha quatro filhos e era praticante de futebol.

Pouco depois de começarem a namorar, Andersen pediu-a em casamento, no mesmo dia em que se assinalava o aniversário do seu falecido filho Louis (que, juntamente com o seu irmão, Marlon, sofria de uma doença genética que afetava os músculos e o movimento). "Ele foi buscar leite com a Leila e voltou com um anel de noivado, o que foi uma verdadeira surpresa, porque eu normalmente passo os aniversários deles [dos filhos] de forma calma e melancólica", contou, ao jornal "Daily Mail Australia".

A australiana transformou esta sua história num livro, intitulado "How I Met Your Father". Avança a imprensa inglesa que uma produtora já a abordou para transformar a obra num filme.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado