Bélgica

Rei Alberto forçou príncipe a casar-se com uma mulher

Rei Alberto forçou príncipe a casar-se com uma mulher

O casamento do príncipe Philippe com Mathilde, em 1999, foi de conveniência. O rei Alberto da Bélgica ameaçou o filho de que o retirava da linha de sucessão se não acabasse com uma "relação intensa" que este mantinha com outro aristocrata.

Há muito que se especulava que sobre a homossexualidade do príncipe herdeiro da Bélgica e que o seu casamento tinha sido de conveniência. Agora chegou a confirmação.

Segundo o livro Questões Reais, da autoria do jornalista Fréderic Deborsu e apresentado, esta terça-feira, em Bruxelas, o rei Alberto obrigou o filho a casar-se para continuar a ser seu sucessor. A mesma publicação avança que o príncipe sempre teve problemas de relacionamento com mulheres. "Philippe nunca teve uma relação digna desse nome com uma mulher", pode ler-se.

Sobre a princesa Mathilde, 39 anos, Fréderic Deborsu assegura que esta cedeu à pressão do próprio pai que via no casamento com Philippe, 52 anos, uma oportunidade única para o "verdadeiro reconhecimento social" da família.

O casamento ocorreu em 1999 e o casal tem quatro filhos, duas raparigas (as princesas Elisabeth e Eléonore) e dois rapazes (os principes Gabriel e Emmanuel).

A Casa Real belga, desde o Palácio Real de Laeken (Bruxelas), já reagiu e classifica de "injúrias" as informações que constam no livro, mostrando, contudo, alguma prudência e vincam que necessitam de ler a totalidade da obra para retirar mais conclusões.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado