Gente

Salma Hayek de luto pelo cão morto a tiro

Salma Hayek de luto pelo cão morto a tiro

A atriz Salma Hayek revelou que o cão, Mozart, foi "encontrado morto com um tiro perto do coração". "Não merecia uma morte lenta e dolorosa", lamentou, nas redes sociais.

"Não escrevo há uma semana, porque tenho estado de luto pela morte do meu cão, Mozart, a quem retirei, pessoalmente, do ventre da sua mãe", começa por anunciar Salma Hayek, junto de uma fotografia do seu amigo de quatro patas, que publicou no Instagram.

"Foi encontrado morto no meu rancho, na última sexta-feira [19 de fevereiro], com um tiro perto do coração. Espero que as autoridades do estado de Washington façam justiça a este incrível cão, que em nove anos nunca mordeu ou atacou ninguém. Adorava o seu território e nunca fugiu... era um companheiro o mais carinhoso e leal possível. Não merecia uma morte lenta e dolorosa", escreveu ainda.

Mozart era um dos muitos animais adotados pela atriz de 49 anos. "Tenho cinco cavalos, quatro alpacas, um gato, oito cães, um hamster, cinco papagaios, dois peixes. Tenho a certeza que me estou a esquecer de algum!", brincava, em 2013, em entrevista a Ellen DeGeneres. E depois acrescentou: "Ah! Tenho coelhos, perús e vinte galinhas".

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado