Gente

Antiga casa de Bruce Lee em Hong Kong está à venda

Antiga casa de Bruce Lee em Hong Kong está à venda

A antiga casa do ator Bruce Lee em Hong Kong será colocada à venda depois do fracasso das negociações para transformar a propriedade num museu dedicado ao ícone das artes marciais.

Yu Panglin, atual proprietário da antiga mansão de Bruce Lee, afirmou, ao diário "Singtao Daily", que pretende vender a propriedade por 23 milhões de dólares (cerca de 17,8 milhões de euros), após o fracasso, no ano passado, das negociações com as autoridades governamentais.

A mansão da antiga lenda das artes marciais é atualmente um hotel de baixo custo.

"Não estou considerar mais [a criação de um museu] depois do governo ter retirado o seu apoio", explicou o milionário e filantropo de 90 anos.

"Perdi a paciência, não quero esperar mais", afirmou Yu Panglin, referindo que os responsáveis que gerem o hotel não pagam o aluguer da propriedade há cerca de dois anos por falta de clientes.

O milionário acrescentou que a casa precisa de ser remodelada com urgência.

Os fãs de Bruce Lee reclamam há muito a abertura de um local que recorde o ator norte-americano, de origem chinesa, que ficou conhecido por introduzir as artes marciais na sétima arte.

Alguns trabalhos do ator no grande ecrã transformaram-se em filmes de culto, como é o caso dos títulos "A Fúria do Dragão" (1971) e "Operação Dragão" (1973).

Bruce Lee, que nasceu em São Francisco, morreu em Kowloon, Hong Kong, em 1973, aos 32 anos.

Ainda em declarações ao Singtao Daily, Yu Panglin afirmou que as autoridades rejeitaram a proposta de ampliar a casa, para três andares, e instalar uma sala de cinema, uma biblioteca e um centro de formação em artes marciais.

A mansão, de 460 metros quadrados, está localizada num bairro residencial de Kowloon.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM