Gente

Sara Carbonero nega ter sido insultada no Porto

Sara Carbonero nega ter sido insultada no Porto

Dias após a imprensa espanhola ter relatado que a mulher do guarda-redes do F.C.Porto Iker Casillas terá sido provocada numa ida às compras na Invicta, Sara Carbonero garante que "jamais" foi insultada.

"Sabeis que não sou muito de falar do que dizem por aí, mas desta vez vou fazer uma exceção que não sirva de precedente. Quero partilhar com vocês que, desde que cheguei a Portugal, só recebi mostras de carinho da gente daqui. Jamais, dou-vos a minha palavra, me aconteceu algo parecido com o que contaram os meios espanhóis há uns dias", começou por escrever a jornalista numa publicação no blogue "Cuando nadie me ve".

Recorde-se que a alegada polémica surgiu após o falhanço de Casillas na defesa que ditou a derrota ante o Guimarães, há duas semanas. Sara garante que não sabe "de onde podem ter saído essas informações", parecendo-lhe "justo clarificar, tanto pelas pessoas do Porto que sempre foram carinhosas e hospitaleiras" com ela como também pelos que se preocupam com toda a família.

Grávida de outro menino e poucos dias após ter comemorado o 2.° aniversário do primogénito, Martín, Sara Carbonero confirma que continuam "felizes e tranquilos, desfrutando cada dia desta nova etapa tão diferente e enriquecedora doravante para todos".

No sábado, poucas horas antes de o Porto jogar com o Estoril, no Estádio António Coimbra da Mota, a espanhola almoçou em Leça da Palmeira um dos seus pratos preferidos, "Penne all'Arrabbiata", sobre uma toalha aos quadrados, descrevendo aquele como um "momento perfeito", numa prova de que, mesmo sem o companheiro por perto, sabe desfrutar do melhor que Portugal lhe pode dar.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado