segurança

Casal encontrado morto na Lousã na sequência de assalto

Casal encontrado morto na Lousã na sequência de assalto

Um homem e uma mulher foram encontrados mortos, esta quarta-feira, na casa do casal em Foz do Arouce, Lousã. As autoridades suspeitam que as mortes ocorreram na sequência de um assalto.

Francisco Neto, um ourives de 56 anos, e a mulher, Amélia Lima de 55, foram "encontrados já sem vida" por militares do destacamento da GNR da Lousã, que se deslocaram ao local na sequência do alerta feito, pelas 10 horas, por um vizinho do casal, disse à Lusa fonte da GNR. O vizinho das vítimas disse à GNR estranhar ainda não ter visto visto nenhum dos dois.

Ao JN, o irmão de Amélia Lima, Joaquim Lima, afirmou que os corpos teriam sinais de violência e que estariam amarrados com um lençol, na divisão onde Francisco Neto tinha um cofre. A carrinha da vítimas, uma Renaul Kangoo cinzenta, terá sido levada pelos assaltantes.

Francisco e Amélia estariam casados há poucos anos, mas terão residido sempre naquela zona. Há cerca de quatro anos, Francisco conseguiu escapar a um assalto quando conduzia a sua viatura.

Pelas 15 horas mantinha-se na habitação das vítimas, em Foz de Arouce, uma equipa de peritos da Polícia Judiciária, em investigação. Os corpos deverão depois ser removidos para o Instituto de Medicina Legal, adiantou a mesma fonte

A Polícia Judiciária de Coimbra está a investigar a hipótese de se tratar de um duplo homicídio na sequência de um assalto à moradia onde o casal residia.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM