segurança

Condenado a 18 anos por matar avô da ex-namorada

Condenado a 18 anos por matar avô da ex-namorada

O Tribunal da Maia condenou a 18 anos e quatro meses de prisão um jovem, de 25 anos, que matou à facada o avô da ex-namorada, em outubro do ano passado.

Nuno Fernandes, que era árbitro de andebol, foi condenado, esta quarta-feira, por crimes de homicídio qualificado e ameaça. Terá ainda de pagar indemnizações a familiares da vítima, num total de 100 mil euros.

Os juízes do Tribunal da Maia deram como provado que o crime foi cometido após vários meses de ameaças por SMS e perseguições do arguido à rapariga que terminou o relacionamento.

Em 22 de outubro do ano passado, quando tentava "vigiar" a ex-namorada, saltou o muro da residência e ao deparar com o avô dela desferiu-lhe vários golpes de faca.

Nuno foi detido pela PSP, duas horas depois, no Porto, e ainda tinha na mala do carro a faca ensanguentada.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM