Homicidio

Matou namorada a quem devia dinheiro

Matou namorada a quem devia dinheiro

Um homem, de 36 anos, foi detido pela Polícia Judiciária de Lisboa por suspeitas de ter assassinado a antiga namorada, de 47, a quem devia dinheiro. A vítima foi assassinada na Amadora mas o corpo foi largado pelo homicida em Sousel, zona na qual vivia com a vítima.

O agressor viveu com a vítima durante cerca de três anos, mas conheceu outra mulher, em Avis, pela Internet, e com ela iniciou uma relação amorosa.

O indivíduo, desempregado, acabou por a deixar indo viver para Avis com a outra, mas continuava a ir a Amadora, a casa da antiga namorada, com quem continuava, mesmo assim, a manter uma relação íntima. No entanto, a verdade é que o indivíduo assinara documentos em que se comprometia a pagar a dívida e o caso poderá estar associado ao homicídio.

A mulher foi assassinada com uma pancada na cabeça, com um rodapé em pedra e foi golpeada na garganta com um copo partido. O homem é suspeito de ter levado o cadáver no seu próprio carro e largou-o em Sousel. Um pastor encontrou um pastor.

A PJ veio a detê-lo e, esta quarta-feira, foi presente a tribunal, ficando em prisão preventiva.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado