segurança

Mulher de 55 anos morta com sinais de espancamento

Mulher de 55 anos morta com sinais de espancamento

Uma mulher com 55 anos foi encontrada morta esta segunda-feira, com sinais de espancamento, em Tramagal, Abrantes, e a GNR já deteve o principal suspeito, que é filho da vítima.

O corpo foi encontrado na via pública cerca das 16 horas desta segunda-feira, e com indícios de morte violenta e sinais de esmagamento do crânio, adiantou fonte da GNR de Abrantes citada pela Agência Lusa.

O suspeito, um homem de 34 anos, de acordo com fonte do comando-geral da GNR, "confirmou a agressão e está detido no posto do Tramagal".

O homem tem antecedentes criminais, é esquizofrénico, e tinha agredido há poucos dias o próprio pai, tendo este de ser encaminhado para o hospital de Abrantes, para receber tratamento médico.

Joaquim António, um habitante da localidade, foi quem encontrou o corpo da vítima, no meio da via pública, num local pouco frequentado.

"Pensei que a senhora tivesse caído e se tivesse aleijado. Quando parei para a socorrer e a voltei de barriga para cima é que vi a cara toda partida, com sinais de agressões bastante violentas", contou à Lusa.

Na pacata vila de Tramagal vive-se um clima de consternação e revolta com os contornos e a extrema violência do alegado homicídio.

A Polícia Judiciária de Leiria está a investigar o caso e as autoridades têm o local vedado ao público.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado