segurança

Roby morto com três facadas por não dar carro a afilhado

Roby morto com três facadas por não dar carro a afilhado

Pedro, de 20 anos, exigia um carro, mas o padrinho, Gaspar Roby, de 69 anos, membro da conhecida família de Braga, não concordou. Terá sido este o motivo que levou o jovem a esfaquear por três vezes no peito e no abdómen o sexagenário, durante uma discussão ao jantar, na sexta-feira à noite, no apartamento da Rua Adelino Abrantes, onde viviam.

Dias antes, Pedro apoderara-se das chaves da viatura do "pai adotivo" e saiu. Acabou por ter um acidente durante a escapadela e as relações entre ambos azedaram. O jovem vivia com a família desde os três anos, altura em que a sua mãe acedeu em transferir a tutela legal da sua educação para o casal Roby.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado