segurança

Um ano e seis meses com pena suspensa para Martins dos Santos

Um ano e seis meses com pena suspensa para Martins dos Santos

O árbitro de futebol Martins dos Santos foi, esta segunda-feira, condenado a um ano e seis meses de pena suspensa por tráfico de influências.

Martins dos Santos foi também condenado a pagar três mil euros em benefício de uma associação de ajuda aos sem-abrigo.

Os factos remontam a maio de 2011 e envolvem Martins dos Santos, o então líder daquele clube, Vítor Silva, e um envelope com 1110 euros que a Polícia Judiciária (PJ) encontrou no BMW do ex-árbitro, logo após este se ter encontrado com o dirigente desportivo, junto ao Pavilhão Multiusos de Gondomar.

O S. Pedro da Cova disputava então o campeonato distrital do Porto e corria o risco de ser despromovido, segundo Vítor Silva, devido aos "roubos" alegadamente cometidos pelos árbitros. Na altura, Martins dos Santos já não era árbitro.

Em julgamento, Martins dos Santos disse-se vítima de uma cilada.

Árbitro da primeira categoria durante 13 épocas consecutivas, até 2003/04, Martins dos Santos manteve-se ligado à arbitragem, nomeadamente como observador da AFP e da própria Federação Portuguesa de Futebol, e foi entretanto condenado, com pena suspensa, no âmbito do processo conhecido por Apito Dourado.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM