Sociedade

Prova de Português do 6.º ano foi "bem elaborada"

Prova de Português do 6.º ano foi "bem elaborada"

A Associação de Professores de Português considerou, esta terça-feira, interessante e bem elaborada a prova final de Língua Portuguesa do 6.ºano, embora com questões de interpretação de "alguma complexidade" sobre um texto de José Saramago.

Numa primeira abordagem à prova realizada pelos alunos que concluem o 2.º Ciclo, a presidente da APP, Edviges Ferreira, disse à agência Lusa que saiu um texto de Saramago ligado à literatura infanto-juvenil.

"É um texto metafórico e algumas questões de interpretação poderão apresentar alguma complexidade, até pelo caráter metafórico do texto", afirmou a professora.

Acrescentou, no entanto, tratar-se de uma prova "interessante e bem elaborada", dentro do programa no que diz respeito aos conteúdos gramaticais e à composição.

"Também se adequa perfeitamente ao nível etário dos alunos do 6.º ano", referiu.

A representante da APP elogiou o facto de ser apresentado um número limite de palavras para a composição e não de linhas, conforme a associação tem recomendado: "É muito mais justo e desta vez já está de acordo com aquilo que temos defendido".

Os alunos do 6.º ano realizaram pela primeira vez a prova final (em substituição da prova de aferição), que terá neste ano de estreia um peso de 25% na nota final, passando a 30% a partir do próximo ano letivo, como as provas do 3.º Ciclo (9.º ano) e os exames do ensino secundário.

A APP remeteu para mais tarde um parecer "mais elaborado" sobre a prova realizada esta terça-feira de manhã.

Conteúdo Patrocinado