Via Láctea

Cientistas portugueses no lançamento do satélite que vai estudar a Via Láctea

Cientistas portugueses no lançamento do satélite que vai estudar a Via Láctea

Cientistas portugueses participam, esta quinta-feira, em Kourou, na Guiana Francesa, no lançamento do satélite Gaia, que vai medir a posição e movimento de cerca de mil milhões de estrelas na Via Láctea e servirá de referência futura para o GPS.

"O objetivo é medir com uma extrema exatidão as posições e os movimentos de cerca de mil milhões de estrelas na Via Láctea", explicou à Lusa André Almeida, astrónomo e investigador principal da equipa de cientistas portugueses na missão Gaia.

Segundo André Almeida, medir as posições das estrelas com precisão vai permitir determinar a distância às estrelas a partir da Terra e proporcionará pela primeira vez uma visão global da Via Láctea em 3D (três dimensões).

A missão vai também ter impacto sobre a vida quotidiana do cidadão comum, pois com a exatidão que o satélite Gaia vai permitir, ele próprio vai servir de referência futura para o GPS.

É a primeira vez que uma equipa de cientistas portugueses participa na definição e concretização de um programa científico da Agência Espacial Europeia, integrando um consórcio internacional de cerca de 400 elementos. Inclui investigadores e engenheiros das Universidades de Lisboa, Nova de Lisboa, Coimbra e Porto.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM