idosos

Governo vai responsabilizar famílias que abandonem idosos em lares ou hospitais

Governo vai responsabilizar famílias que abandonem idosos em lares ou hospitais

O Governo pretende responsabilizar as famílias que abandonem os idosos nos hospitais ou nos lares e para isso vai pedir a ajuda às instituições de solidariedade social, uma medida incluída no protocolo assinado com o setor social.

Perante os deputados das Comissões de Orçamento, Finanças e Administração Pública e da Segurança Social, o ministro Pedro Mota Soares apontou que o país tem um problema social que não tem conseguido resolver, que sendo um problema "recente", o ministro entende que não resulta apenas "do difícil período financeiro" que o país atravessa.

O problema em causa, segundo o ministro, é o abandono de idosos nos hospitais, lares ou até na própria casa, e para o qual Mota Soares quer não só conhecer as causas, mas também encontrar soluções.

"Queremos discutir medidas até de incidência legislativa que possam responsabilizar as famílias e nesse sentido vamos contar com contributos da CNIS [Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade], Misericórdias e Mutualidades", anunciou Mota Soares.

Para isso, o ministro disse que pretende pedir a ajuda também de sociólogos, classe médica, políticos e grupos parlamentares.

Na opinião de Mota Soares, o abandono de um idoso "é um problema real, que não pode continuar encoberto porque é uma fragilidade nacional".

A medida está incluída no protocolo que foi assinado na semana passada entre o Ministério da Solidariedade e Segurança Social e o setor social.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado