Censos 2011

Mais de dois milhões de idosos a viver maioritariamente no interior e sós

Mais de dois milhões de idosos a viver maioritariamente no interior e sós

Quase 20% da população residente em Portugal é idosa, revelam os dados definitivos dos Censos 2011, que registaram mais de dois milhões de pessoas com 65 anos ou mais a viver no país, e, muitas delas, sozinhas. Alentejo, Centro e Algarve são as regiões mais envelhecidas.

Por outro lado, o Instituto Nacional de Estatística (INE) registou um decréscimo para os 15% da população jovem, sendo que, numa década, se perdeu população em todos os grupos etários até aos 29 anos, e que, no grupo entre os 0 e 14 anos de idade, os valores registados são ligeiramente superiores a 1,5 milhões de habitantes.

Entre 2001 e 2011, a percentagem de idosos com 65 ou mais anos subiu de 16% para 19%, mas para o grupo populacional dos idosos com 70 ou mais anos o crescimento foi ainda mais acentuado, com um aumento de cerca de 26%.

O INE contabilizou 21% de pessoas a viver sozinhas em Portugal, maioria delas idosos, e geralmente no interior do país.

Estas alterações na estrutura etária nacional refletiram-se na idade média da população, que aumentou três anos na última década, situando-se agora, em termos globais, nos 41,8 anos, contra os 39 de 2001.

Numa comparação por géneros, os números do INE apontam para uma idade média das mulheres de 43,2 anos e de 40,3 para os homens.

Alentejo, Centro e Algarve são as regiões mais envelhecidas do país, e as regiões autónomas da Madeira e Açores são as únicas que apresentam uma idade média da população inferior a 40 anos de idade, sendo também as únicas que apresentam mais jovens do que idosos.

Quanto ao índice de sustentabilidade potencial, que compara o número de pessoas ativas com o número de idosos, há agora 3,5 pessoas ativas para cada idoso no país, valores que comparam com os 4,1 de ativos para cada idoso em 2001.

As regiões do Centro, Alentejo e Algarve são as únicas que apresentam valores abaixo da média nacional de 3,5 ativos para cada idoso.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado