Sociedade

NASA descobriu novo planeta habitável

NASA descobriu novo planeta habitável

A NASA confirmou, esta segunda-feira, a existência de um planeta na zona orbital habitável do sistema planetário Kepler 22, a 600 anos-luz da Terra, no qual poderá haver condições para a formação de água em estado líquido.

Com esta descoberta, sobe para três o número de planetas fora do Sistema Solar em zona orbital habitável.

Segundo as agências internacionais de notícias, é a primeira vez que a agência espacial norte-americana confirma a existência de um planeta numa zona orbital habitável fora do Sistema Solar.

A zona orbital habitável é a região perto de uma estrela que tem as temperaturas adequadas para que exista água líquida, principal componente da vida no 'planeta azul'.

O novo planeta, Kepler 22-b, detectado pela sonda com o mesmo nome, é maior do que a Terra, mas desconhece-se ainda a sua composição.

Para os cientistas, no entanto, está cada vez mais próxima a descoberta de um planeta parecido com a Terra. O Kepler 22-b orbita em 290 dias uma estrela semelhante ao Sol, ainda que mais pequena e fria.

Lançada em Março de 2009, a sonda Kepler tem por missão procurar planetas-irmãos da Terra susceptíveis de ter vida, observando mais de cem mil estrelas parecidas com o Sol.

Durante dois anos foram identificados 2.326 candidatos a planetas, dos quais 207 com um tamanho aproximado da Terra e 680 com dimensões maiores.

Em maio, o Centro francês de Investigação Científica anunciou que um dos planetas que orbita a estrela-anã Gliese 581 poderá revelar-se 'habitável', com um clima propício à presença de água líquida e de vida.

Já em Agosto, astrónomos suíços confirmaram a existência de um outro exoplaneta (planeta fora do Sistema Solar) em zona orbital habitável, o HD 85512b.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado