Sociedade

Pais de Lisboa propõem animadores nos recreios para combater violência escolar

Pais de Lisboa propõem animadores nos recreios para combater violência escolar

A Federação Regional de Lisboa de Associações de Pais (FERLAP) propôs hoje, terça-feira, a criação de um projecto que permita a presença de animadores nos recreios das escolas para combater a violência entre os alunos.

"Animação de recreios", assim se chama o procjeto, consiste na "presença de um animador (habilitado para isso), ou mais, dependendo da dimensão das escolas", que deverá estar "permanentemente nos recreios, salas polivalentes e todos os locais onde possa haver alunos isolados", com vista a combater a violência entre os jovens, sustenta a FERLAP em comunicado.

A ideia é a de que seja "fomentada" uma relação onde o animador seja aceite no recreio "como mais um membro deste e não como um polícia", o que, para a FERLAP, permitirá "uma rápida acção sobre qualquer pequeno incidente, impedindo que este se transforme num acto de violência".

"O que se pretende" - defende a FERLAP - é que o sistema educativo "aja e não apenas que reaja" quanto à questão de violência nas escolas.

"Agir implica prevenir, ora para prevenir é necessário que haja um investimento na Educação", concretiza a Federação Regional de Lisboa de Associações de Pais.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado