Meia dúzia de activistas acorrentaram-se este domingo de manhã aos portões de acesso às obras de construção da barragem de Foz Tua, em Alijó. A iniciativa visou protestar contra a construção deste aproveitamento hidroeléctrico que, alegam, ameaça o Douro vinhateiro.

Protestos

Acorrentados pararam obras da barragem de Foz-Tua duas horas

Acorrentados pararam obras da barragem de Foz-Tua duas horas

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM

IMOBUSINESS