Calendário e resultados do Mundial



Explicadores

Classificações

Todos os campeonatos, todos os resultados

Opinião

Rui Cardoso Martins

Rui Cardoso Martins

Um espeto nas costas

Espetar uma faca nas costas é imagem de traição, mas o que é que acontece quando o que se espeta nas costas é uma "coisa aparentada a um espeto"? Ainda serve de exemplo? Enfim, também existe a expressão "casa de ferreiro, espeto de pau" e parece que foi isso que se passou com um guarda prisional entre Lisboa e o Porto. Como um peixinho de aquário, o guarda esqueceu-se de todos os pormenores da rixa e do crime a que assistiu no estabelecimento prisional de Lisboa.

Cátia Domingues

Cátia Domingues

Marcelice Universo

Depois de José Saramago na Literatura e de Egas Moniz na Medicina, Portugal tem-se tornado um sério candidato ao Nobel, desta vez o da Paz. Marcelo Rebelo de Sousa fez finalmente, na quinta-feira, linha no bingo do ativismo e diz que lá, na ONU, já o chamam de MarceLala. Não levou um tiro na cara pelo ensino feminino em território controlado por talibãs como a Malala, mas tem dado tiros nos próprios pés, e também aleija. Marcelo tem sido como o homem de Tiananmen, mas em vez de enfrentar sozinho um tanque de guerra para não o deixar passar, Marcelo, assim que vê um microfone, não o deixa ir a lado nenhum sem antes dar uma palavrinha sobre injustiças no Mundo. As próprias misses universo estão agora a rever os seus discursos, porque a fasquia está demasiado elevada. Aliás, quando, no jogo de Portugal com o Uruguai, interrompem a partida porque um indivíduo se lançou no campo com a bandeira LGBTQIA+ na mão, uma t-shirt em que na frente apoiava a Ucrânia e nas costas apoiava as mulheres no Irão, e ainda o continente africano tatuado na perna, pensei: "Este Marcelo, quando tem uma coisa na cabeça, ninguém o pára".