JN DIRETO

Local

Meteorologia

12°
10°
Hoje, 20 de Janeiro

Opinião

Domingos de Andrade

Pacto para os cidadãos

Há sempre bolor na abertura simbólica do Ano Judicial. Que nem a habitual afabilidade de Marcelo Rebelo de Sousa conseguiu dissimular este ano. É o momento em que fica sempre evidente a distância entre quem circula pelos corredores dos agentes da Justiça e os cidadãos, a quem a justiça deve servir. E é pena. Porque à boleia de um pacto hermético para supostamente melhorar a ação do Direito poderiam ter germinado discursos para efetivamente mudar algo. Coisas pequenas.

Vítor Santos

#cabras_correio

Não há memória de um batismo meter tanta água. O Governo resolveu chamar sapadoras às cabras que vão ajudar a limpar as matas e a indignação instalou-se junto dos soldados da paz. Ontem mesmo, a Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANPB) lamentou a designação escolhida pelos padrinhos, por considerar abusiva a utilização do termo "sapadoras". "Um tratamento pouco digno, falta de sensibilidade", acusam os bombeiros. Gostos à parte, mesmo entendendo que apenas enfia a carapuça quem quer, sou dos que acham que o cuidado na forma como se trata os bombeiros nunca será em excesso. Mas ao analisar à lupa esta trapalhada batismal, consegui, finalmente, resolver uma charada que estava a consumir-me as meninges há um par de semanas. Ainda não tinha percebido por que carga de água os CTT teimam em fechar estações que tanta falta fazem às populações, sobretudo às mais isoladas. Mas ontem, pela calada, foram encerrados mais oito postos. Sem capacidade para explicar devidamente a subtração aos cidadãos deste serviço público, estou mesmo a ver a administração dos CTT a arranjar um argumento com paralelo no caso das cabras sapadoras, escudando-se no facto de a designação pombo-correio constituir uma afronta à malta que nos trata da correspondência. Seria birra, mas pelos menos a decisão de fechar os postos ganhava alguma lógica.

Pedro Ivo Carvalho

#ministrodasolidão

A primeira-ministra inglesa, Theresa May, decidiu criar um Ministério da Solidão para fazer face a um drama social que atinge a sociedade britânica. Gerou-se um misto de reações: por um lado, os que se renderam à ousadia e pertinência da medida; por outro, os que esfregaram na cara da sisuda conservadora as decisões políticas que agravaram o problema que ela agora tenta resolver com um cargo inédito. Desde logo, o facto de a pobreza estar umbilicalmente ligada à solidão e de a mulher escolhida por May para ocupar a cadeira mais solitária da Europa, Tracey Crouch, ter votado contra o aumento de salários dos funcionários públicos. Em política, pensar fora da caixa, como parece evidente neste caso, significa, muitas vezes, correr o risco de vermos desacreditada uma boa ideia. Por razões objetivas, mas sobretudo porque essa ideia tende a cair no ridículo.

Miguel Conde Coutinho

#salvação

Fiquei bastante feliz com a notícia de que Helena Almeida vai estar em exposição permanente na Tate Modern este ano. Não sabia sequer que o museu era já detentor de várias obras da artista portuguesa, que expôs em Serralves em 2015-2016 e que muito me interpelou nessa exposição. Foi das melhores coisas que vi nas paredes de um museu e não é fácil sequer explicar porquê. Não sinto grandes remorsos por aqui deixar assente essa incapacidade para dizer da importância de Helena Almeida, ou dessa mostra que vi, "A minha obra é o meu corpo, o meu corpo é a minha obra". Fica esse intricado trabalho para as mãos da crítica profissional, profissão que muito critico, embora dificilmente poderia viver sem que existisse.

A sua Opinião

O Governo devia renovar o mandato de Joana Marques Vidal?

Evasões

Evasoes

Este jantar anti-São Valentim é para solteiros

Na prática, o Dia de São Valentim talvez já seja tão celebrado por casais como por grupos de amigos solteiros que se juntam em solidariedade. Se quiser passar o Dia dos Namorados, a 14 de fevereiro, num jantar romântico com a cara-metade, ou caso prefira fazê-lo entre amigos, a Supper Stars tem a solução. A iniciativa, na qual chefs vão a casa de clientes com todos os produtos necessários para uma refeição e lá cozinham, servem e arrumam tudo, tem vários menus Anti-Valentine e Valentine para a data que se aproxima, que pode encomendar através da página oficial do projeto. […]

Evasoes

Cascais: o regresso ao analógico no Forte de S. Jorge de Oitavos

  Não há como negar o lado prático da fotografia digital. Carregar num botão, poder ver a imagem no mesmo momento e até tê-la em mão pouco tempo depois. Mas o encanto da fotografia analógica é difícil de superar. Para que as futuras gerações preservem o gosto pela fotografia em filme, o Forte de São Jorge de Oitavos, em Cascais, lançou no ano passado sessões de visita para famílias, que incluem uma passagem pela câmara escura. As últimas atividades acontecem a 20 de janeiro e a 17 de fevereiro. O percurso começa com uma uma visita ao forte, construído no […]

Evasoes

Hoje há Festa das Fogaceiras em Santa Maria da Feira

As festividades arrancam às 10h30 com um cortejo cívico, dos Paços do Concelho até à Igreja Matriz, onde às 11h00 se dá início à missa solene, precedida da bênção das fogaças (pão doce de formato inspirado nas quatro torres do castelo e que era utilizado como voto a São Sebastião no século XVI). A tradicional procissão das fogaceiras, pelas ruas do centro histórico, está marcada para as 15h30. No cortejo, crianças de todo o concelho desfilam vestidas de branco, com uma faixa colorida à cintura, e levam à cabeça as fogaças do voto decoradas com papel metalizado de diferentes cores. […]

Evasoes

Crítica de Fernando Melo: Terraço do Marquês

Em boa hora decidiram os amigos Miguel Moreira e Henrique Pinheiro pegar no espaço que clamava há muito por um projecto sólido e sápido que fizesse justiça ao jardim suspenso proporciona. Vieram para ficar e o trabalho sustentado tem atraído clientela de alma epicurista amiga dos bons momentos. Há que penar um bocado para lá chegar, tanto do lado jardim como do lado rua, mas o esforço extingue-se depressa face ao charme e horizonte aberto sobre Lisboa que ainda se mantém no registo de descoberta. Coreografia de sala impecável, o serviço corre discreto e ligeiro, tanto na sala como na […]

Evasoes

Estes hambúrgueres são inspirados nos Reis de Portugal

A nova hamburgueria de Vila Nova de Famalicão, na rua de Augusto Correia, é um reino de hambúrgueres diferentes. Chama-se Reinado e é um projeto de Osvaldo Moreno, que quis, nas suas palavras, «fugir ao hambúrguer tradicional». Logo que se entra no espaço, damos de caras com alguns reis da primeira dinastia, com D. Sancho I em destaque, ou não fosse ele o "povoador" do concelho. Cada monarca inspirou um hambúrguer, desde a carne e temperos até ao tipo de pão utilizado. Osvaldo também quis diferenciar-se pelo tipo de pão, daí a aposta na diversificação, com pães de espirulina, de […]