Calendário e resultados do Mundial



Explicadores

Classificações

Todos os campeonatos, todos os resultados

Opinião

Pedro Ivo Carvalho

Pedro Ivo Carvalho

United Colors of Portugal

A constatação não espantará ninguém, em particular aqueles que vivem nos grandes aglomerados urbanos: há estrangeiros a servir à mesa, na advocacia, a abrir negócios locais, a dar aulas, a conduzir TVDE, na construção civil, ao balcão das farmácias, a tratar doentes nas urgências hospitalares e na caixa do supermercado. A profunda alteração demográfica que tem ocorrido em Portugal nos últimos anos acontece, curiosamente, em sentido contrário à ascensão de um pensamento político radicalizado que ostraciza tudo o que vem de fora. E por isso a realidade do acolhimento entre nós traduz um comportamento social que mostra resistência a nacionalismos bacocos. Os estrangeiros têm hoje praticamente presença em todas as áreas vitais da economia.

Hugo Silva

Hugo Silva

#pó

O pó. Sempre o maldito pó. Sou pouco dado a tarefas domésticas, mas na gestão dos afazeres lá de casa calha-me em sorte limpar o pó. Mas por mais que limpe os móveis e a macacada lá pousada, por mais produtos que utilize, por mais panos que use para esfregar, e já os experimentei de diversos tipos, o pó não desaparece. Mesmo com a mais meticulosa fricção, meio nanossegundo depois o pó já lá está outra vez. E outra vez. E outra vez. Da máquina de lavar louça prefiro nem falar, tantos foram os copos e pratos que já sucumbiram à minha inépcia manual. Vou é passar a organizar jogos de futebol lá em casa, todas as semanas, com a seleção do Japão. Com jogadores tão solícitos a limpar o balneário e adeptos tão zelosos do asseio das bancadas, de certeza que tratam da minha humilde habitação enquanto o diabo esfrega um olho. Arigato.