JN DIRETO

Local

Meteorologia

13°
Hoje, 15 de Dezembro

Opinião

Manuel Molinos

A besta vai destruir-nos?

A besta, o imperador, o ditador. O cerco a Mark Zuckerberg nunca esteve tão apertado como nos últimos dias. A polémica já tem uns meses, cresceu, avolumou-se e o Facebook transformou-se num campo de batalha. Esta semana, as declarações de um ex-administrador do Facebook denunciando que as redes estão a destruir o funcionamento da sociedade alimentaram a discussão. E com um "mea culpa": assumiu-se como "tremendamente culpado" por ter participado na construção de uma ferramenta que está agora a "destruir a forma como a sociedade funciona".

Francisco Seixas da Costa

Trump na relva

Vamos a coisas óbvias. De há muito que o país desportivo vive polarizado por três clubes de futebol. Cada um tem um jornal diário que o "protege", dispondo de um canal televisivo próprio, que emite apenas a sua "verdade". Sem exceção, mas com um folclore específico, esses clubes alimentam entre si um discurso de antagonismo que às vezes roça o ódio, veiculado pelos respetivos dirigentes, sob a avidez reverente da Comunicação Social. Parte importante da construção desse discurso centra-se na influência sobre as arbitragens, estrutura sobre cuja independência recaem historicamente suspeitas, que arrastam os árbitros para a "balcanização" clubista.

Felisbela Lopes

O poder do jornalismo

O jornalismo rigoroso nos factos que mediatiza, escrutinador dos poderes que vigia, aprofundado nos contextos que abre faz-nos falta. Muita falta. Acontece que esse jornalismo, que é vital para uma democracia mais consolidada e para uma cidadania mais dinâmica, encontra hoje inúmeros obstáculos: empresas jornalísticas em crise e com pouca folga para apostar em investigações que exigem tempo e recursos; fontes de informação cada vez mais profissionalizadas no controlo dos jornalistas; e um público anestesiado perante temas que deveria ter interesse em conhecer. O caso Raríssimas faz-nos perceber que é preciso voltar a valorizar o jornalismo. Para que os abusos sejam travados.

A sua Opinião

A eleição de Mário Centeno para presidente do Eurogrupo é boa para Portugal?

Evasões

Evasoes

Comida de supermercado para improvisar em casa

Refeições (quase) prontas em supermercados são muitas vezes a última escolha para um jantar. Mas nos dias em que o tempo escasseia e a paciência é pouca para pegar nos tachos e panelas nada como deixar os preconceitos de parte e dar uma oportunidade ao que escondem as prateleiras dos pré-congelados ou preparados destas superfícies comerciais. Massas recheadas, um bolo de chocolate guloso da Landeau, salame com vinho do Porto e até rissóis de camarão e lagosta estão entre as muitas opções. Leia também: Onde se comem boas pataniscas em Lisboa? Há um novo restaurante no Porto com carnes maturadas […]

Evasoes

Hotéis do Porto já estão 95% lotados para o réveillon

A duas semanas do final de 2017, a taxa de ocupação nos hotéis do Norte estão, em média, nos 90% para o réveillon, revelou esta quinta-feira a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), acrescentando que as cidades com a taxa mais elevada de procura são o Porto e Vila Nova de Gaia, ambos na ordem dos 95% de ocupação para a noite de 31 de dezembro [e 65% para o Natal]. Analisando os 150 hotéis distribuídos pelos 86 municípios que integram o destino turístico do Norte de Portugal, a TPNP ressalvou à agência Lusa que, […]

Evasoes

A Evasões de 15 de dezembro, gratuita à sexta com o DN e o JN

1. Vinhos para a consoada No que respeita ao prato, os rituais têm muita força, e os suspeitos do costume não podem faltar à mesa: bacalhau, peru, polvo, bolo-rei, frituras. No acompanhamento líquido, porém, sobra espaço de manobra para explorar, combinar, elevar a fasquia. O nosso crítico reuniu 30 vinhos para harmonizar com outras tantas declinações dos sabores de Natal. 2. Natal de hotel Uns porque não têm casa que chegue para juntar toda a família. Outros porque não querem passar os dias enfiados na cozinha. E há ainda aqueles que, por uma vez que seja, querem romper com o […]

Evasoes

Petição quer cães sem trela e açaime em jardim da Graça

Um grupo de utilizadores do Jardim da Cerca da Graça, em Lisboa, apela à Câmara Municipal de Lisboa, em forma de petição pública, que transforme este espaço verde no centro da capital se torne «no primeiro parque em Portugal [à parte dos parques oficialmente caninos] no qual os animais de companhia […] possam circular sem trela e sem açaime» [segundo impõe o artigo 7.º do Decreto-Lei n.º 314/2003], lê-se no documento online. A petição ressalva ainda que tal proposta «não inibe qualquer tipo de responsabilidade civil e/ou criminal que os donos dos animais possam incorrer». Segundo explica o texto que […]

Evasoes

Bolo rei vegan? Já existe e está à venda

Se há doce alusivo ao natal então é o bolo rei. Pode encontrar-se em quase todas as mesas durante a consoada. Maior, mais pequeno ou então em versão mais gulosa para quem não aprecia as frutas cristalizadas da versão tradicional. Este ano, os sete supermercados Go Natural, localizados na Grande Lisboa, acabam de disponibilizar uma alternativa vegan da especialidade natalícia – que, reza a história, terá sido também adaptada do bolo francês Galette de Rois. Ao contrário da versão tradicional, esta deixa de lado o leite de origem animal, os ovos e o açúcar de cana sendo, por isso, não […]