televisao

Actores de carne e osso no elenco de"A Bruxa e o ET"

Actores de carne e osso no elenco de"A Bruxa e o ET"

A RTP1 vai exibir a partir do próximo mês a série infanto-juvenil "A Bruxa e o ET". Trata-se de uma série com 26 episódios (de 25 minutos cada) com texto e realização do brasileiro Silvino Fernandes e produzida pela "Abre-te Césamo", do Porto.

A história, que pretende abranger um público com idades entre os 4 e os 12 anos, passa-se em vários planetas e envolve quatro personagens principais interpretadas por marionetas. São, nem mais nem menos, do que a boazinha "Bruxa Ramona", a sua assitente "Ranhosa", o monstro "Trevor", dono e senhor do chamado "Planeta Trevor" e o extraterrestre (ET) "Zhul" que anda sempre a viajar na sua nave espacial. A contracenar com esses personagens entram também actores de "carne e osso" como Rosabella Ferreira, Francisco Meneses e o jovem Tomás Toscano.

Segundo disse ao JN o responsável pela série, a história é uma metáfora da sociedade, ou seja, "sendo ficção acaba por ser uma transposição da realidade". O responsável por "A Bruxa e o ET" está convencido que a nova série que o primeiro canal da estação pública vai começar a exibir tem todos os "ingredientes" para agradar ao público jovem.

Aliás, uma das preocupações da produtora "Abre-te Césamo" é precisamente ocupar-se dos mais novos. Silvino Fernandes considera que à excepção da RTP, as outras estações pouco ou nada têm feito a nível de produção nacional na área infanto-juvenil.

"A RTP é que, felizmente, tem estado atenta e é a única que tenta colmatar a lacuna. As outras estações recorrem à produção estrangeira porque lhes fica mais rentável" - acrescentou o realizador.

"A Bruxa e o ET" é a terceira série que a "Abre-te Césamo" produziu para a RTP, além de também ter concebido dois filmes de curta-metragem, "Zé dos Pássaros" e "Cor negra".

Projectos e ideias Silvino Fernandes e a sua produtora têm e muitos. Neste momento, além de "A Bruxa e o ET" estão a preparar uma outra série "Draculinha, o vampirinho" que é uma co-produção com o canal brasileiro SBT, aprovado pelo ICAM e que deverá ser exibido no Brasil e posteriormente em Portugal, em princípio na RTP1.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG