ultimas

Aluno que acusou Carlos Cruz em 82 foi a sua casa desmentir a história

Aluno que acusou Carlos Cruz em 82 foi a sua casa desmentir a história

Carlos Cruz afirmou hoje que o ex-aluno da Casa Pia que o apontou como frequentador da casa do diplomata Jorge Ritto em 1982, foi em 2002 à sua residência na companhia de jornalistas desmentir a história.

Carlos Cruz, que se tem quase limitado a responder a questões relacionadas com datas concretas no processo, anuiu em responder, dizendo que conhece o "rapaz" em questão, porque este foi levado a sua casa, em Cascais, a 29 de Novembro de 2002, por jornalistas do jornal "24 Horas".

Segundo a versão apresentada por Carlos Cruz na 25 sessão do julgamento, o jovem foi indicado pelos jornalistas daquele diário como sendo o antigo aluno da Casa Pia que em 1982 "tinha dito que tinha ouvido dizer (a outro aluno, que identificou) que ele era frequentador da casa do embaixador Ritto" e que em 2002 foi desmentir a história.

O arguido afirmou mesmo que o então director do jornal lhe mostrou a primeira página para do dia seguinte, com a manchete: "Rapaz que acusou Carlos Cruz confessa que mentiu".

Questionado por que motivo anuiu ao pedido de recebê-lo em sua casa, Carlos Cruz afirmou que tinha curiosidade em "conhecer a sua cara" e que este esteve na sua residência entre 45 minutos a uma hora, sempre acompanhado por jornalistas.

Disse ainda que o antigo aluno, à data empregado de mesa no Casino do Estoril, lhe pediu desculpas por ter envolvido o seu nome, estendendo o pedido à mulher e à filha mais velha, que chegaram entretanto.

PUB

"Disse que o seu colega lhe tinha dito que me tinha dado uma  ‘banhada’ ", referiu, acrescentando que, segundo a versão do jovem, a conversa terá ocorrido em 1982, quando ambos "estavam a ver o programa +TV Rural+ enquanto esperavam por um filme do Tarzan" na televisão, versão que mais tarde o amigo lhe veio a desmentir.

O apresentador garantiu que foi a única vez que esteve com o antigo aluno, embora este na ocasião lhe tivesse dito que já o tinha visto no Casino do Estoril, e negou que alguma vez lhe tenha dado o seu número de telemóvel.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG