cultura

"Antípodas" na versão da Orchestr Utópica

"Antípodas" na versão da Orchestr Utópica

"Antípodas - Música do outro lado do mundo Portugal, Nova Zelândia, Austrália" é o novo projecto musical que a OrchestrUtopica apresenta amanhã, àa 21.30 horas, na Culturgest, em Lisboa.

Partindo de uma relação geográfica oposta (os antípodas), este concerto apresenta em estreia europeia a obra do compositor neo-zelandês, John Psathas, "Psysygysm", o compositor escolhido para escrever a música de abertura dos Jogos Olímpicos de Atenas.

"Psysygysm" é uma encomenda conjunta da OrchestrUtopica e do New-Zealand Music Festival e foi apresentada em estreia absoluta na Nova Zelândia, na edição de 2002 do Festival no Wellington Town Hall, tendo Pedro Carneiro como solista.

Outras oposições, desta vez temáticas, estão em jogo neste concerto em que a percussão está no centro das atenções, uma vez que congrega compositores com diferentes influências musicais.

Para além de "Psysygysm", de John Psathas, o concerto conta com "Short Cuts" de Luís Tinoco (agora numa nova versão de câmara), "Pascal's Sphere" de Mary Finsterer, "Improviso sobre a incerteza" de Nuno G. Campos e "Quattro" de Carlos Caires.

As obras dos três compositores portugueses - Carlos Caires, Nuno G. Campos e Luís Tinoco - são estreias absolutas.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG