politica

CDS envia foto de Freitas para o Largo do Rato

CDS envia foto de Freitas para o Largo do Rato

O retrato do fundador do CDS e ministro indigitado do Governo socialista, Diogo Freitas do Amaral, vai ser enviado, por encomenda, hoje, para a sede do PS, no Largo do Rato, pelo secretário-geral do CDS-PP, Pedro Mota Soares.

Uma atitude que o porta-voz do PS, Pedro Silva Pereira, designado ministro da Presidência do Governo de José Sócrates, apelidou de "apenas uma garotice mal-educada de quem manda no CDS, se é que alguém manda no CDS.

PUB

O retrato oficial de Freitas do Amaral, que será o próximo ministro dos Negócios Estrangeiros, encontrava-se à entrada da sede do CDS-PP, no largo do Caldas.

Pedro Mota Soares admitiu que "este gesto vai ser muito criticado por vários comentadores e figuras da nossa democracia" mas salientou que o CDS-PP não quer "apagar ou esquecer a história".

"É importante que a política seja feita de forma genuína, com honestidade intelectual, sem hipocrisias", justificou. E adiantou considerar que Freitas do Amaral "mudou muito nos últimos anos", tendo, por exemplo, aparecido "comícios do Bloco de Esquerda", e "não faz sentido que esteja em lugar de destaque no CDS".

Mota Soares, usando de ironia, afirmou ainda acreditar que, para Freitas do Amaral, o envio por correio do seu retrato para o largo do Rato "representará algum alívio" porque "deixará de estar presente, ainda que em fotografia, na sede de um partido do qual ele não gosta".

"Aliás, milhares de portugueses sentiram-se desiludidos com o professor Freitas do Amaral por causa daquela lógica "dá-me cá o teu apoio que eu dou-te o teu ministério", declarou, sugerindo haver uma troca de favores entre o PS e o fundador do CDS.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG