grande_lisboa

Campo Grande ganha um novo parque infantil

Campo Grande ganha um novo parque infantil

As cores apelativas do piso de borracha e dos brinquedos ainda por estrear do renovado parque infantil do jardim do Campo Grande levaram ontem algumas crianças a "invadir" baloiços e escorregas, mesmo antes de terminada a inauguração do espaço por parte dos responsáveis da Câmara de Lisboa.

Há muito que o parque clamava por obras, devido à degradação existente dos equipamentos e da própria concepção do projecto, inadequado perante as exigências da lei actual, mais rígida no que se refere às regras de segurança.

O novo parque é composto por sete equipamentos de recreio, vocacionados para crianças entre os dois e os seis anos, e construídos de forma a servir também as que têm mobilidade reduzida. Papeleiras, vedação e cinco bancos de jardim em redor, para os pais, completam a obra, orçada em mais de 137 mil euros, revelou António Monteiro, vereador responsável pelo pelouro do Espaço Público.

As obras mais vastas, de reabilitação do próprio jardim do Campo Grande, deverão arrancar em Maio ou Junho, garantiu, por seu turno, António Prôa, que tutela o pelouro dos Espaços Verdes. O investimento estimado é de cerca de 765 mil euros.

As obras, a concluir até Setembro ou Outubro, têm como objectivo restaurar caminhos, substituir o mobiliário, melhorar a iluminação, restaurar os lagos e os pavimentos do ringue de patinagem e campos de ténis.

Caso a Câmara vença a batalha judicial que visa despejar os lojistas do centro comercial Caleidoscópio, as instalações serão remodeladas para aí funcionar um mega-espaço jovem.

760

mil euros Investimento feito em parques durante o ano passado. Em 2003, a Câmara gastou entre 800 a 900 mil euros. Muitos são renovados por degradação natural, outros devido a vandalismo. 125

Parques estão espalhados pela cidade, sem contar com os da Gebalis (empresa que gere os bairros municipais) e os pertencentes aos espaços verdes. Este ano, haverá obras em 24 parques.

ver mais vídeos