grande_lisboa

Fernando Pessa dá nome a jardim

Fernando Pessa dá nome a jardim

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) homenageou ontem Fernando Pessa, ao atribuir o seu nome a um jardim de Lisboa. O jardim, que se localiza junto ao edifício da Assembleia Municipal, perto da Avenida de Roma, era o local onde Pessa costumava dar os seus passeios e andar de bicicleta.

A cerimónia de ontem - o descerramento de uma placa toponímica, no dia do nascimento do jornalista- contou com as presenças da viúva, do vice-presidente da CML, Carmona Rodrigues, da vereadora Ana Sofia Bettencourt e vários amigos e colegas de profissão.

O profissional da comunicação social, que todos se recordam de ver de microfone em punho a apontar os vários problemas que existiam em Lisboa, foi recordado com saudade pela jornalista Fátima Campos Ferreira. "Lembro-me dele com um telefone que nunca quis trocar por um mais moderno e com uma máquina de escrever antiga", disse, ao lembrar-se do homem que ajudava todos os colegas e "que tinha um enorme sentido pedagógico". "A melhor homenagem que lhe podiam fazer é este jardim viçoso", afirmou.

Appio Sottomayor, da Comissão Municipal de Toponímia, lembrou Fernando Pessa como "um homem informal, avesso a honras", mas considerou que "ele merecia esta delicadeza por parte da cidade, já que lutou por a ver bonita".

"Só conheci o Fernando Pessa pela televisão", admitiu a vereadora Ana Sofia Bettencourt. Mas foi com "orgulho" que a autarca deu, em nome da CML, o seu nome ao jardim. "Queríamos uma homenagem que fosse sentida, um local onde as pessoas pudessem estar consigo próprias", referiu.

"Uma pessoa magnífica", foi assim que Carmona Rodrigues caracterizou o jornalista homenageado, lembrando a grande paixão que este tinha pela capital e a preocupação que mostrava em relação aos problemas da cidade. Mónica Costa

ver mais vídeos