ultimas

Sócrates quer referendo à Constituição Europeia em Outubro

Sócrates quer referendo à Constituição Europeia em Outubro

O primeiro-ministro, José Sócrates, reafirmou hoje em Bruxelas a intenção de Portugal referendar o Tratado Constitucional europeu em Outubro, apesar da situação complexa suscitada pela vitória do "não" em França.

      À saída de um encontro com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, Sócrates adiantou que o processo de ratificação do Tratado foi um dos assuntos abordados na reunião e afirmou que "Portugal olha com preocupação" para a situação.

      Apesar das inquietações e dúvidas suscitadas pelo "não" francês e pela provável rejeição do Tratado também na Holanda, hoje, o chefe de Governo português defendeu que se devem "fazer os referendos que já estão marcados", recordando que em Portugal a consulta está prevista para o início de Outubro, em simultâneo com as eleições autárquicas.

      "A nossa intenção é realizá-lo", afirmou.

      Corroborando as palavras de Durão Barroso, o primeiro-ministro considerou fundamental os chefes de Estado e de Governo discutirem a questão no Conselho Europeu de 16 e 17 de Junho.

      "O Conselho Europeu precisa de ter uma orientação" relativamente a esta matéria, sustentou.

      Questionado pela imprensa estrangeira sobre se o facto de o antigo primeiro-ministro Durão Barroso ser o presidente da Comissão vai influenciar positiva ou negativamente o eleitorado português por ocasião do referendo, Sócrates sorriu, anunciou "uma resposta muito simples" e disse: "positivamente".

      Nove Estados membros já ratificaram o Tratado, mas a França rejeitou-o domingo e o mesmo deverá repetir-se hoje no referendo na Holanda, de acordo com a generalidade das sondagens.

      Para entrar em vigor, o Tratado Constitucional tem de ser ratificado pelos 25 Estados-membros da União Europeia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG