sul

Carrossel da GNR arranca aplausos

Carrossel da GNR arranca aplausos

O espírito 'motard' de aventura, liberdade e convívio é sempre evocado pelos amantes das duas rodas oriundos de toda a Europa para justificar a presença na 25ª Concentração de Motos de Faro, onde ontem de manhã o Carrossel da GNR arrancou aplausou das centenas de pessoas que assistiram à exibição no centro da cidade.

No Vale das Almas, nos arredores de Faro, são raros os momentos de silêncio, onde ao roncar dos motores se juntam os fumos das milhares de motos que se aglomeram ali desde sexta-feira. Ontem foi o dia forte da concentração. Como denominador comum, entre os motards dos vários países, de ambos os sexos, de todas as profissões e classes, está o gosto pelas motos. O espanhol Miguel Nuñes, de 58 anos, veio de Vigo com aquela que diz ser «a sua companheira de todos os dias», a Honda CBR 600. «Desde 1994 que venho todos os anos», contou. O ex-mecânico acrescentou que «o sentimento de liberdade e o convívio que estes encontros proporcionam» fazem já parte da sua vida.

O mesmo sentimento é partilhado pelo inglês Scott William, que, na sua velhinha BMW, participa pela primeira vez na concentração. «Pensava só ver os Deep Purple, mas vou ficar porque esta concentração foi das melhores que já conheci na Europa», revela.

O almoço foi oferecido pela organização uma sardinhada à boa maneira algarvia, onde não faltaram o pão caseiro e o vinho tinto da região. A tarde serviu para retemperar forças com uma ida à praia, porque a noite era o momento mais aguardado. «É de noite que existe maior convívio e hoje (ontem) vai ser de arromba com o strip-tease e os Deep Purple», comentavam.

De manhã, o centro da cidade foi palco da uma exibição do Carrossel Moto da GNR. Os 16 elementos do grupo, entre os quais uma mulher, demonstraram a sua perícia e destreza sobre duas rodas. A passagem dentro de um arco de fogo, cruzamentos a alta velocidade e figuras colectivas efectuadas com vários militares numa só moto, arrancaram aplausos às várias centenas de pessoas que se juntaram no Largo da Pontinha. Uma queda do elemento mais antigo causou alguma preocupação, mas o militar apenas sofreu alguns arranhões.

Segundo a organização,o número de 30 mil motards esperados este ano deverá ser largamente ultrapassado.

ver mais vídeos