lusa

Ciencia Via Lactea tem particularidades que a tornam menos banal entre as galaxias

Ciencia Via Lactea tem particularidades que a tornam menos banal entre as galaxias

Paris, 12 Jun (Lusa) - Apenas sete por cento das galáxias mais próximas à Via Láctea têm propriedades semelhantes, uma descoberta que ajudar a desvendar a formação do Universo, revelou hoje o Observatório de Paris.

Uma equipa de astrofísicos franceses descobriu que a Via Láctea é menos banal do que a maioria dos cientistas acreditava, depois de fazer uma comparação com galáxias próximas.

Como a maioria das grandes galáxias, a Via Láctea é uma galáxia em espiral, formada por um grande disco que roda em torno de um bolbo.

A massa estelar da Via Láctea é duas vezes inferior à de outras galáxias clássicas, como a Galáxia de Andrómeda.

O halo da Via Láctea é também excepcional, porque as estrelas que a compõem são pobres em metais pesados.

Para os investigadores franceses, estas particularidades explicam a razão pela qual, em 10 ou 11 mil milhões de anos, esta galáxia se tenha juntado ou fundido poucas vezes com outras sistemas estelares.

A ausência de colisões pode ser uma condição particularmente favorável à existência de vida, acredita esta equipa de cientistas.

"As colisões entre galáxias são muito violentas e implicam grandes emissões de energia, que são muito nocivas para moléculas complexas que originam a matéria viva", explicam no mesmo comunicado.

Por isso, os astrónomos acreditam que a Via Láctea pode ser um protótipo para o estudo de galáxias padrão, utilizando as suas características para os modelos informáticos que estão a tentar traçar a formação do Universo.

ARR.

Lusa/fim.