ultima

MP pede condenação de guarda prisional

MP pede condenação de guarda prisional

O Ministério Público (MP) pediu, ontem, a condenação de um guarda prisional e de um empresário, alegadamente pertencentes a uma rede internacional que introduzia cocaína em Portugal.

Manuel Velez, guarda prisional no estabelecimento prisional junto da Polícia Judiciária, em Lisboa, e o empresário Carlos Ferreira, do Cadaval, estão também a ser julgados pelo crime de associação criminosa.

Durante as alegações finais, o MP pediu, por outro lado, a absolvição dos arguidos Rosa Velez, esposa de Manuel Velez, Maria José Couto e Emanuel Ferreira, namorada e filho de Carlos Ferreira, e do despachante Alvarinho Nobre.

Sobre os arguidos pendiam acusações de cumplicidade em crime de tráfico de droga (Alvarinho Nobre, Emanuel Ferreira e Rosa Velez), branqueamento de capitais e associação criminosa (Maria José Couto).

A leitura do acórdão foi marcada para o dia 25 de Julho, no Tribunal do Cadaval.