lusa

Ota Marques Mendes promete saudar o Governo se este recuar

Ota Marques Mendes promete saudar o Governo se este recuar

Porto, 26 Mai (Lusa) - O presidente do PSD disse hoje no Porto que será "o primeiro a saudar o Governo" se este recuar na decisão de avançar com a construção do um novo aeroporto na Ota.

Marques Mendes falava antes de um jantar de homenagem ao ex-presidente da JSD Daniel Fangueiro, que decorreu num restaurante anexo ao Teatro do Campo Alegre, naquela cidade.

O líder social-democrata aceitou falar apenas da Ota, reafirmando concordar com o Presidente da República, Cavaco Silva, que sexta-feira fez um apelo público para que seja encontrado um consenso alargado sobre a construção do novo aeroporto de Lisboa.

Marques Mendes recomendou ao primeiro-ministro José Sócrates que "abandone as suas teimosias" nesta matéria, prometendo que "não haverá uma palavra de crítica se o Governo mudar de opinião".

No seu entender, o que o Governo deve fazer é "dar a palavra aos técnicos nesta questão", deixando que sejam eles a indicar a melhor localização.

O dirigente máximo do PSD insistiu que "a Ota não é um solução, é um problema" e recomendou que se procurem "soluções mais baratas, mais económicas e mais eficazes" do que a eleita pelo Governo.

Reafirmou que Cavaco Silva "tem razão" por aconselhar um "consenso político" em redor desta obra, porque, continuou, "a esmagadora maioria dos técnicos" também coloca questiona o investimento na Ota.

Marques Mendes confessou que não tem uma alternativa a esta opção governamental, que considerou ser "muito cara" e ter um prazo de vida muito curto.

"O Governo tem sido de uma enorme teimosia nesta matéria. Não consigo compreender porquê", concluiu.

AYM.

Lusa/Fim

Imobusiness