ultimas

ONU pede suspensão das execuções de dois correligionários de Saddam

ONU pede suspensão das execuções de dois correligionários de Saddam

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, apelou hoje ao governo iraquiano para suspender a execução de dois correligionários de Saddam Hussein, domingo de manhã, segundo um comunicado distribuído na sede da organização, em Nova Iorque.

      "O secretário-geral pressionou fortemente o governo iraquiano para suspender a execução dos condenados à morte", diz o documento.

      Por outro lado, em Londres, o trabalhista Gordon Brown, provável sucessor de Tony Blair na liderança do executivo, insurgiu-se hoje pelo modo "totalmente inaceitável" como foi enforcado, a 30 de Dezembro, o antigo ditador iraquiano.

      Numa entrevista à BBC, a divulgar no domingo, Brown adoptou uma posição em que contrasta com o silêncio de Blair sobre esta questão, que gerou críticas dos trabalhistas.

      Recordando as injúrias proferidas pelos carrascos contra Saddam Hussein e as imagens do próprio enforcamento mostradas na Internet, Brown salientou que a execução "em nada contribuiu para reduzir a tensão entre as comunidades xiita e sunita".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG