desporto

"Trabalho para atingir o nível de Ronaldo"

"Trabalho para atingir o nível de Ronaldo"

É a jóia da coroa do Rio Ave. Fábio Coentrão, 19 anos, produto da cantera vila-condense, considerado pela maioria dos treinadores da Liga de Honra como o melhor jogador jovem do campeonato. Agressivo, buliçoso e irreverente, o esquerdino tem dado nas vistas e ainda na última ronda, na casa do rival Varzim (0-3), massacrou a defesa alvi-negra, tendo apontando dois golos e sofrido a falta que deu origem a uma grande penalidade. A carreira segue bem lançada e o Sporting pode ser o seu destino no final da época.

"Sinto que fiz uma boa exibição na última partida, mas não foi a melhor que fiz ao serviço do Rio Ave. Agora, claro que senti um gosto especial, pois o Varzim é um grande rival e, nestes jogos, há um sabor diferente", confidencia o "Figo das Caxinas", alcunha como é conhecido em Vila do Conde.

"As pessoas gostam de criar apelidos e, sinceramente, é um orgulho tratarem-me dessa forma. Sempre disse que gosto do Figo, mas o meu ídolo é o Cristiano Ronaldo. Trabalho todos os dias para atingir o nível dele. Tenho de acreditar que posso chegar ao mesmo patamar".

O Sporting, clube pelo qual nutre enorme carinho, tem vindo a seguir as suas pisadas com atenção e muito se falou numa eventual transferência na reabertura do mercado, cenário que, para já, ficou adiado "Não vou desanimar, pois tenho tempo para dar o salto. Sempre disse que gostava de jogar no Sporting, mas não fecho a porta a outras possibilidades.

O importante é continuar a trabalhar, porque as oportunidades vão aparecer. Estou bem no Rio Ave e, neste momento, estou concentrado em ajudar a equipa a subir de divisão. Acredito muito que vamos alcançar esse objectivo, pois este grupo tem imenso valor".

Para trás, ficaram os estudos, pois tornou-se praticamente impossível conciliar a actividade profissional com os horários escolares. "Concluí o 9º ano. E, para já, não estou arrependido, pois a verdade é que também não gostava muito da escola", finaliza, entre sorrisos.

Outros Artigos Recomendados