pais

Paço de Maiorca será hotel de charme

Paço de Maiorca será hotel de charme

O Paço de Maiorca, edifício do século XVIII situado a 12 quilómetros da Figueira da Foz, vai ser um hotel de charme em 2010, através de uma parceria de capitais públicos e privados, disse fonte da autarquia.

"É uma forma de garantir sustentabilidade a um dos monumentos principais do concelho", disse o presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Duarte Silva, aludindo à parceria entre a empresa municipal Figueira Grande Turismo, proprietária do espaço, e a sociedade da Quinta das Lágrimas, que vai gerir o hotel.

Os 33 quartos da futura unidade hoteleira vão ficar distribuídos pelo piso térreo e sótão do imóvel de três pisos e num edifício adjacente a construir para o efeito. No antigo lagar surgirá um spa e piscina interior, estando igualmente projectada uma piscina exterior nos jardins anexos à propriedade.

O investimento previsto na reabilitação do edifício ronda os seis milhões de euros, 80% (4,8 milhões) assumidos pelo município e o restante pela componente privada.

"Mau negócio"

A decisão motivou críticas da oposição socialista na autarquia, que considerou o acordo "um bom negócio" para o privado e "mau para a Câmara Municipal", como afirmou o vereador Vítor Sarmento. Segunda-feira, durante a reunião da autarquia, os vereadores do PS lembraram que a Câmara Municipal vai necessitar de contrair "mais um empréstimo" para fazer face ao compromisso assumido, questionando a rentabilidade e os riscos do projecto.

PUB

O presidente Duarte Silva explicou, por seu turno, que o acordo tem um prazo de 15 anos e que o Paço de Maiorca se manterá na propriedade do município. "Não o vamos vender", asseverou.

As obras de requalificação do edifício - adquirido pela Câmara Municipal em 1999, durante o mandato de Pedro Santana Lopes, para funcionar como equipamento cultural - arrancam em Maio e têm um prazo previsto de 14 meses, devendo estar concluídas no Verão de 2009. Segundo Duarte Silva, o hotel deverá entrar em funcionamento no início de 2010.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG