Palácio de Cristal

Rui Veloso, Blind Zero, António Zambujo e Gisela João no verão do Porto

Rui Veloso, Blind Zero, António Zambujo e Gisela João no verão do Porto

Rui Veloso, Blind Zero, António Zambujo, Gisela João, Jorge Palma, Diogo Piçarra são alguns dos nomes que vão atuar nas "Noites do Palácio", no Porto.

A iniciativa resulta de uma parceria das promotoras Pev Entertainment, que gere o Pavilhão Rosa Mota e é responsável pela organização do Marés Vivas", e da Everything is New, responsável pelo NOS Alive,

O evento, que inclui ainda a música de HMB e The Black Mamba, foi anunciado, esta quarta-feira, nos Jardins do Palácio de Cristal, onde os concertos vão acontecer, de 31 de julho a 22 de agosto.

Os espetáculos estão agendados para as sextas e sábados, às 22 horas, com uma lotação máxima de 600 pessoas.

O ciclo arranca a 31 de julho com António Zambujo, naquele que será o primeiro de quatro fins de semana dedicados à música portuguesa.

Seguem-se a 01 de agosto os The Black Mamba e no fim de semana seguinte, 07 e 08 de agosto, HMB e Gisela João.

A 14 e 15 de agosto sobem ao palco dos jardins do Palácio de Cristal Jorge Palma e Diogo Piçarra, e a encerrar, nos dias 21 e 22 de agosto, Blind Zero e Rui Veloso.

PUB

Apoio de 200 mil euros da Autarquia

Na apresentação, o presidente da C.M. Porto, Rui Moreira referiu que tendo sido fixado o preço máximo do bilhete em 10 euros por cada espetáculo, o evento nunca poderia ser rentável para o promotor, dado a reduzida lotação do recinto (600 pessoas) e a qualidade dos artistas que pretendia juntar ao seu cartaz, pelo que a a autarquia juntou um apoio monetário, de 200 mil euros, para que os concorrentes pudessem fazer face a todas as despesas, nomeadamente, ao nível do plano de segurança, aos meios técnicos e logísticos e à necessária contratação dos artistas.

"Se o fizemos, foi também porque desistimos de esperar por qualquer tipo de apoio prometido pelo Ministério da Cultura, que foi muito lesto a anunciar a sua intenção de apoiar os municípios na realização de espetáculos musicais, mas demasiado lento em explicar quais as regras para se aceder a esta suposta linha de apoio no valor de 30 milhões de euros", declarou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG