Premium

40 anos de Fantas, o festival que antecipou Palmas, Leões e Oscars

40 anos de Fantas, o festival que antecipou Palmas, Leões e Oscars

Fantasporto celebra aniversário especial com 77 sessões de cinema entre esta terça-feira e 8 de março no Teatro Rivoli.

Às vezes, começa tudo com uma conversa de café. É o caso do Fantasporto - Festival Internacional de Cinema do Porto, que celebra este ano a 40.ª edição e foi idealizado à mesa do antigo Café Luso, na Praça Carlos Alberto, em finais de 1980, por dois jovens cinéfilos, Mário Dorminsky e Beatriz Pacheco Pereira, e um pintor com dificuldade em expor o seu trabalho, José Manuel Pereira.

O cartaz do primeiro Fantasporto, surgido poucos meses depois, ainda sem formato competitivo, é ainda hoje um paraíso cinéfilo, uma referência que se apoiou no género então galopante do cinema fantástico, mas que logo ali o transcendeu pelo alcance das obras apresentadas: "O testamento de Orfeu", de Cocteau; "Os pássaros", de Hitchcock; "Solaris", de Tarkovsky; "A hora do lobo", de Bergman; "O gabinete do dr. Caligari", de Wiene, ou "Aquele inverno em Veneza", de Roeg. Uma antologia para qualquer época e contexto.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG