O Jogo ao Vivo

Premium

A emoção e o virtuosismo do rei do piano flamenco

A emoção e o virtuosismo do rei do piano flamenco

Se da herança genética não se pode fugir, também no flamenco a tradição familiar parece ditar os moldes em que os músicos vão nascer. David Peña Dorantes, "a joia do piano flamenco", está em Portugal, para dois concertos: hoje, na Casa da Música, no Porto, onde nunca tocou, e amanhã na Aula Magna, em Lisboa, a convite do Festival de Flamenco.

Dorantes pertence a uma das famílias de artistas ciganos mais conhecidas das últimas décadas. É neto de Maria "La Perrata", importante cantaora (com denominação de origem de Utrera), filho do guitarrista Pedro Peña Fernandez e sobrinho do mítico cantaor "El Lebrijano" . "O flamenco de berço não é essencial, podes estudar e fazer disso a tua vida, mas é uma vantagem incrível, que se nota como intérprete, porque tens um sabor diferente visível em tudo, até na forma como caminhas. É uma filosofia de vida", explicou ao JN, pouco depois de aterrar na Invicta.

Outros Artigos Recomendados