Premium

Ainda descobrimos novos mundos em Sophia

Ainda descobrimos novos mundos em Sophia

Têm sido pródigas em oferendas as comemorações do centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen. Exemplares no modo como conjugaram contributos de dezenas de instituições, têm cumprido à risca o que a comissão organizadora anunciou há um ano: a criação de "um programa vivo e vasto, ambicioso e atualizado, em que se inscrevem e refletem todas as faces do rosto ao mesmo tempo uno e multiplicado de Sophia".

E se é certo que algumas das novidades escapam à comissão - como foi o caso da biografia escrita por Isabel Nery e publicada pela Esfera dos Livros -, é indesmentível que, em poucas ocasiões anteriores, foi possível ver-se um programa tão amplo e capaz de ir ao encontro dos gostos de diferentes públicos.

Das peças de teatro para os mais novos aos colóquios que reuniram dezenas de especialistas na sua obra (em várias cidades portuguesas, mas também em Itália, Brasil e Macau), da emissão especial de selos à reedição de (audio)livros, foram numerosas e profícuas as atividades que ajudaram a fazer de 2019 um "ano Sophia".