Exclusivo

Alberto Manguel: "Fechar as livrarias é uma tolice"

Alberto Manguel: "Fechar as livrarias é uma tolice"

Cada vez mais adaptado à sua nova vida em Portugal, o escritor canadiano Alberto Manguel fala com entusiasmo sobre o Centro de Estudos da História do Livro, espaço que deverá abrir no próximo ano e reúne a sua biblioteca pessoal, oferecida à capital portuguesa.

O confinamento pode estar a impedir o escritor Alberto Manguel de conhecer como gostaria o país que escolheu para viver, mas não atrapalhou o seu desejo de mergulhar na literatura portuguesa, que apelida de "magnífica". A conferência do autor canadiano nascido na Argentina é um dos pontos altos do evento "Correntes D"Escritas", que arranca esta sexta-feira na Póvoa de Varzim.

Já viveu em Israel, Argentina, França, Inglaterra, Itália, Taiti, Canadá e Estados Unidos da América. Se a sua vida fosse um livro seria um atlas?

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG